domingo, 3 de fevereiro de 2013

Desafio de Fevereiro: dia 2



Já mudaste por alguém?
Se quisesse responder directa e concisamente à pergunta diria que sim; sim, já mudei por alguém. Porém não quero ser apenas concisa, também me quero explicar até porque já ouvi milhares de vezes e concordo plenamente que não devemos mudar por ninguém a não ser por nós mesmos. Eu mudei pelo meu namorado, mudei porque estava a arruinar aquilo que éramos, porque ele deixou passar, passar, passar até ao dia em que me olhou no olhos e me disse que queria mais. Que precisava mais de mim, que sentia que a relação baseava-se nele a gostar de mim, que precisava que eu demonstrasse mais aquilo que sentia, que fosse mais afectuosa. Toda a minha vida ouvi reclamarem comigo de não ser querida, de não me agarrar aos abraços às pessoas, de ser fria, de parecer implacável, de parecer que não gostava de ninguém: não ser amorosa e fofinha sempre foi o meu maior defeito. Mas quando foi ele a dizer-me aquilo que realmente achava atingiu-me mesmo no ponto sensível e apercebi-me que nunca havia notado que isso o magoava e isso fez-me ver que não estava verdadeiramente atenta à pessoa por quem via os sentimentos florirem dia após dia. E senti-me pessimamente, ainda hoje quando penso nisso me sinto mal. E mudei. Foi um processo moroso, demorei o meu tempo obviamente, mas quando penso nisso reparo que iniciei uma mudança por alguém mas acabei por mudar também por mim mesma. Gosto mais de mim assim, gosto de ter aquela liberdade de dizer o que estou a sentir, de me agarrar ao meu namorado e enchê-lo de beijos, de ser aquela melosa chata e vê-lo rir das coisas parvas que tenho tendência a dizer, ouvi-lo rir. Às vezes, ao fim de um dia, ponho-me a pensar se não terei sido mazinha ou não terei descarregado nele, se devia ter sido mais fofinha, repenso nas minhas acções do dia, comecei a avaliar o modo como ajo com as pessoas, se não fui demasiado brusca com alguém; porque faço-o imensas vezes inconscientemente. 
Por isso sim, eu mudei por alguém, mudei um pedaço de mim por uma das pessoas mais importantes da minha e não tenho qualquer problema em admiti-lo. Na verdade, fico radiante por tê-lo feito.

PS: ainda agora comecei o desafio e já estou a falhar!

1 comentário:

D.Pereira disse...

Mudaste por alguém, mas mudaste porque querias, para o beneficio da tua relação, mas também para ti. Nem toda a gente é afectuosa por natureza, mas acho que todos nos devemos expressar o que sentimos. Parabéns por esta mudança :)