quinta-feira, 25 de julho de 2013

Apresento-vos os meus bebés





Adoro ler, sempre adorei e desde os 15 anos que o meu gosto se tornou numa necessidade. Preciso de ler, preciso de história na minha vida e quando o factor financeiro não me deixa alimentar o vicio (como me anda a acontecer este ano) acabo por recorrer à impessoal leitura de Internet. Não gosto, não gosto de todo, porque adoro ter o livro na mão, sentir o cheirinho das folhas, ter o prazer de mudar de página, faz tudo parte do processo e sobretudo prazer que é ler um livro. 
Esta é a minha estante de livros. É pequenina, tem pouca coisa e tem  livros que foram erros cruciais, mas é minha e adoro-a, é o meu pequeno espaço e encho-me de orgulho que vá aumentando a seu tempo: quero torná-la gigante, fazê-la a minha biblioteca. Já li muitos mais livros que estes que estão na estante, a verdade é que quem me pegou o gosto pela leitura foi a minha madrinha e antes de comprar o meu primeiro livro oficial (sim porque os da Sabrina e afins não contam) li os dela todos primeiro. Investir num livro é um risco, são caros (não há um livro da Jodi Picoult, a minha autora predilecta, que seja menos de 16 euros) e corremos sempre o risco de gostarmos do prefácio mas depois não nos identificarmos de todo com a história, a escrita ou até mesmo as personagens, mas acredito piamente que vale a pena. Eu tive a sorte de todos os livros que tenho me terem sido oferecidos pelos meus pais, familiares afins e nenhum deles foi comprado com dinheiro do meu bolso, mas tenho tanta certeza que mal comece a trabalhar vou gastar o pouco que tenho em livros que até tenho medo - a sorte é que aproveito sempre as promoções e tudo o que envolva ser mais barato. 
Quando fiz anos recebi dois livros (já não tinha um livro novo à mais de um ano por isso imaginam a minha felicidade), "O outro amor da vida dele" da Dorothy Komson oferecido pela minha madrinha, que apesar de ser uma das autoras que mais gosto - até porque escreveu "A filha da minha melhor amiga", "Um erro inocente" e "Pedaços de Ternura" que adorei e li cada letra ao pormenor - não me cativou muito; e "Gosto de ti assim" da Marta Gautier, oferecido pela minha tia. Estou a lê-lo agora e é uma escritora cujas obras nunca li, porém e psicóloga e acho interessante ler algo visto na perspectiva de alguém com essa profissão. Até agora estou a gostar, só tenho pena que possua pouco diálogo porque tenho um fascínio por imaginar as cenas de conversa e os cenários tudo em pormenor, mas acho que ainda vou ser surpreendida. 
E é este o meu maior vicio, sem dúvida nenhuma.



7 comentários:

TimTim disse...

tantos livros xD

meet me on 9 disse...

são pouquíssimos! Quero aumentar muito mais!!

Vanessa ൪ disse...

Também adoro ler :)

meet me on 9 disse...

Não há nada melhor que uma boa pausa para ler :)

Vanessa ൪ disse...

Correu sim linda, obrigada *

Laura disse...

Também gosto imenso de ler!

Ritinha disse...

Também amo ler. Olha o continente agora tem livros a 60% de desconto, já comprei um.

Eu adoro a Lesley Pearse e já vi que tens um dela! :p